Setênios

As três grandes fases dentro da biografia humana

30 de outubro de 2017

À semelhança do que podemos observar na Natureza, também nós humanos levamos um tempo para Crescer, outro para Amadurecer, e só depois nos tornamos sábios.
Todo um ciclo de desenvolvimento ocorre ao longo da vida para podermos colher na hora certa e depois semear novos frutos. E aí, sim, a vida faz sentido, tudo valeu a pena.
É fundamental e muito importante conhecermos estes ciclos e suas leis, que regem nossa biografia, para dar sentido aos acontecimentos, às experiências, etc.
Estas leis já chamavam atenção e eram estudadas na antiga Grécia. Mais recentemente, foram redescobertas e desenvolvidas na Antroposofia por Rudolf Steiner.

A primeira grande fase vai dos 0 aos 21 anos, a segunda vai dos 21 aos 42 anos e a terceira grande etapa vai dos 42 aos 63 anos.
Depois vem a época da colheita, quando os frutos produzem novas sementes que nem sempre temos a oportunidade de ver brotar. Mas é importante confiar no processo criativo de eterna renovação e deixar as sementes em terreno fértil.
Na primeira grande fase – dos 0 aos 21 anos – nossa tarefa quase inconsciente é o desenvolvimento do corpo físico. Precisamos aprender tudo, comer, falar, andar, lidar com o mundo à nossa volta, etc. É um tempo que demanda grande energia vital e que vai determinar em grande parte nossa saúde física, presente e futura.
Na segunda grande fase – dos 21 aos 42 anos – vem o desenvolvimento psíquico. Nesta fase aprendemos principalmente com os relacionamentos, quando o outro faz parte da nossa vida, e tem um papel importante no casamento, nas parcerias, na profissão, etc.

Na terceira grande fase – dos 42 aos 63 anos – desenvolvemos a sabedoria, fazendo escolhas com base na experiência já vivida e é quando se mostra o nosso propósito de vida, nossa missão aqui na Terra. É uma fase que vem com muitos desafios e grandes e novos aprendizados.
Cada uma dessas três grandes fases se subdivide em três fases menores de sete anos, denominadas setênios. Assim, no nosso estudo da biografia vamos abordar nove fases no total.          

Na figura temos um esquema que mostra as três grandes fases conforme. Além disso podemos observar as Três linhas do desenvolvimento humano.

A linha verde representa o desenvolvimento biológico. Como podemos observar, este se dá num movimento ascendente, que ganha certa estabilidade como num patamar, e depois se torna descendente.

A linha azul representa nosso desenvolvimento espiritual, onde podemos observar um movimento descendente, para dentro da realidade física e depois um movimento ascendente, fazendo o caminho de volta para casa, para nossa verdadeira origem, que é de natureza espiritual.

A linha vermelha mostra o desenvolvimento psíquico que nos acompanha durante toda a vida e tem tudo a ver com nossa evolução. É onde podemos mudar as coisas, evoluir, melhorar.

A partir dos 42 anos podemos ver que a linha vermelha se bifurca em três possibilidades. Se nosso foco está somente no plano físico, podemos ter nosso aprendizado com obstáculos, perdas relevantes, muitas vezes doenças, com a finalidade de um novo aprendizado. A linha reta nos ensina através de relacionamentos, em relação aos quais precisamos mudar o ritmo, ou focando mais em nós mesmos, ou mais nos outros, o que depende da nossa história, de como chegamos até aqui. É neste ponto que aprendemos a ceder, a negociar, a escolher o Caminho. E, finalmente a linha ascendente tem a ver com uma oitavada na vida, uma mudança, o grande aprendizado desta encarnação. A partir daí a vida segue em novo ritmo, em outra oitava, em que valorizamos mais coisas como a saúde, por exemplo.
É interessante também observar como na fase do amadurecimento as três linhas praticamente caminham juntas.

Para iniciar uma reflexão pessoal, fica a sugestão do seguinte exercício: num caderno, faça um desenho que represente cada uma das grandes fases e se situe no seu momento atual. Use as cores do diagrama acima.
Anote também suas vivências mais relevantes até aqui. Nas suas anotações, use a mesma cor das linhas do diagrama, conforme as fases em que aconteceram essas experiências.

Você também pode gostar de