Quatro Elementos

Os quatro elementos: elemento Fogo – Verão

23 de novembro de 2017

Na cosmovisão da Antroposofia, dentro da criação o elemento FOGO está associado ao HOMEM. O Homem, olhado do ponto de vista da evolução, é uma combinação de todas as etapas anteriores de desenvolvimento, mineral, vegetal, animal, ou seja, Agir, Sentir, Pensar.

No Humano o elemento Fogo é a presença do Espírito. Tudo que vivenciamos em termos de espiritualidade tem a ver com o elemento Fogo.

A diferença do animal para o Homem é a consciência. Esta é associada ao elemento Fogo. Ligada ao livre arbítrio, com a consciência o homem se torna responsável pelos seus atos. E agora, já mais afastado do estado anterior, do seu saber instintivo do animal, o Homem com escolhas errôneas, muitas vezes pode se “queimar”.

No corpo físico a presença do elemento Fogo se manifesta pela motivação, pelo entusiasmo de realização dos nossos projetos.

Nas quatro estações a estação correspondente ao elemento Fogo é o Verão. Na prática, sabemos muito bem que o verão exige cuidados com o corpo, com a pele, no sentido queimaduras, desidratação, etc

As pessoas em que predomina o elemento Fogo são intuitivas, amorosas, comprometidas, realizadoras, motivadoras. Têm forte liderança motivada pelo coração. Mas também são impacientes, apressadas, muitas vezes atropelando os próprios projetos, queimando etapas.

CONCLUSÃO:

Dentro da criação, nós, humanos, somos o potencial menos aproveitado que podemos encontrar. Depende de nós mesmos querer avançar e conhecer todo o potencial que temos à nossa disposição.

Em relação ao seu potencial criativo, podemos dizer que a humanidade está gradativamente acordando, mas em ritmo muito lento, com o perigo de ser atropelada pela tecnologia que avança rapidamente.

Como já vimos, todos temos um elemento predominante que nos ajuda ou atrapalha, mas que precisamos equilibrar. E também temos um elemento que nos falta, este precisamos desenvolver. Isto tudo para gerar equilíbrio, para termos uma vida satisfatória. Esta é nossa tarefa se queremos evoluir e contribuir com o desenvolvimento do planeta.

São necessárias as Quatro Estações se alternando em equilíbrio durante o ano, para semear, crescer, desenvolver e, assim, colher os frutos.

Então, com a observação da natureza e de como os elementos atuam em nossa vida, temos um bom começo no caminho do autoconhecimento.

 

Sugestão de exercício:

No seu caderno, anote o elemento com o qual você mais se identificou.

Anote situações em que, pelo seu comportamento, notou a presença deste elemento.

Qual é o elemento que lhe faz falta para criar mais equilíbrio na sua vida?

Anote as qualidades do elemento faltante e tente trazê-las para o seu dia a dia.

Você também pode gostar de