O Campo de Energia Humano

As Quatro Dimensões do Poder Criativo

5 de fevereiro de 2018

Em tudo que é criado, quando completo, podemos sempre observar quatro etapas ou dimensões. Aqui vamos perceber como o PODER CRIATIVO, a energia criativa, se manifesta de diferentes maneiras na nossa vida, observando as diferentes etapas.

A Energia Criativa se movimenta através das quatro dimensões, das diferentes etapas e precisa fluir livremente. Não é o que sempre acontece, porque bloqueamos a energia inconscientemente por conta de nossas experiências, de conclusões errôneas a respeito da vida, etc. Por isso a importância do autoconhecimento. “Nós criamos a nossa realidade”.

Com uma observação simples, podemos detectar áreas da nossa vida em que a energia flui livremente, são áreas que nos satisfazem. Já em outras, onde estamos insatisfeitos, a energia se encontra estagnada. Isto tem vários efeitos, desde uma insatisfação crônica até uma doença grave. Portanto, exige nossa atenção.

A primeira dimensão está relacionada com o Mundo Físico, onde encontramos o Corpo Físico, que tem sua correspondência com o Reino Mineral e o Elemento Terra. Esta dimensão é mantida pelos outros níveis subjacentes de energia e consciência.

Na segunda dimensão encontramos a Aura, também chamado de Campo de Energia Humano. Este campo é a dimensão que, através da energia, dá estrutura e forma para a dimensão física. Ela tem uma correspondência direta com o Reino Vegetal e o Elemento Água. Assim, todas as coisas do mundo físico devem existir primeiro, ou ser criadas no mundo da energia vital. As coisas que existem fisicamente foram criadas nos níveis estruturados de energia, e é desta forma que o corpo as expressa, como uma postura, um sorriso, por exemplo.

Por baixo do Campo de Energia Humano está a dimensão do Hara, onde se encontram nossas intenções. É importante que estas sejam claras. Aqui temos uma correspondência com o Reino Animal e o Elemento Ar. A dimensão do Hara é a parte mais importante no processo criativo. Muitas vezes não temos consciência das nossas intenções, ou estas são confusas e contraditórias, o que nos prejudica no processo criativo. Assim, podemos criar situações conflitantes, simplesmente por não estarmos conscientes do processo criativo. Aqui vale lembrar que nós estamos criando nossa realidade a cada momento, com a energia criativa partindo de dentro de nós mesmos, atraindo elementos e situações que confirmem nossas crenças e valores.

Bem no centro do nosso Ser, que está fisicamente localizado atrás do Plexo Solar, está a Energia do Âmago. Esta dimensão tem a sua correspondência com o Elemento Fogo e a divindade do Ser Humano. A Energia do Âmago é como uma fonte de onde toda criatividade brota, nosso sol. Uma metáfora seria imaginá-la como uma usina de força que produz a força e a energia para iluminar casas, movimentar as máquinas para produção e tantas outras coisas mais. Também associada ao exemplo, temos uma longa, potente e complexa fiação para a energia chegar e cumprir seu papel de diferentes formas.

Este Âmago Divino, que está em todos nós, é a fonte da qual brota toda nossa criatividade, se precipitando pelas outras dimensões até a realidade física, para nossa experiência do cotidiano.

Para que este processo criativo natural possa se manifestar de forma desimpedida, é necessário que as energias e a consciência se movimentem livremente através de todas as dimensões. Desta forma, a cura de uma determinada situação ou mesmo de uma doença – isto é, Harmonizar –, precisa de um trabalho profundo, que inclui todos os campos de energia subjacentes ao mundo físico, o que exige nossa atenção e um olhar profundo para as quatro dimensões.

Você também pode gostar de