Jardim dos Sentidos

O Jardim das Texturas

5 de setembro de 2019

O Jardim das texturas nos remete às nossas sensações, com suas texturas ásperas, lisas, rugosas. Todas nos remetem ao Tato, onde algumas são agradáveis, outras despertam rejeição, algumas prazer, etc. O importante é observar como através de um simples contato, as superfícies nos falam de nós mesmos. A informação se dá através da pele. Através do tato, ao estabelecer um contato com uma superfície, teremos uma porção de informações de nós mesmos e do objeto que tocamos. Está criada uma relação entre o ser que toca e o que é tocado. Assim podemos ter uma leitura da vida no plano físico, através das sensações, como calor, frio, bem estar, mal estar, etc. Este foi o primeiro dos cinco sentidos que registramos, ainda dentro útero, e que ampliamos depois como recém nascidos. Ligado ao elemento Terra, nos dá a primeira informação sobre nossa sobrevivência física, a nossa casa, e o nosso planeta. Nossa informação sobre conforto ou desconforto vem do tempo de berço, onde, dependendo da nossa história, fomos bem nutridos, bem agasalhados, bem cuidados etc.  O que é um direito nato, pelo menos deveria ser, um passaporte quando encarnamos. Foi isso que nos passou segurança, confiança, e pertencimento, ao planeta, à nossa tribo, à nossa família. Com essa análise podemos ver que a situação humana nos dias atuais, está longe do bem estar, e de ter as suas necessidades atendidas. Assim os humanos sem este registro, também não preservam o meio ambiente, destroem os recursos do planeta, e por consequência, estão destruindo sua própria casa…

Você também pode gostar de