Os nossos vários Eus

Nossos vários Eus – O Eu Sabotador

4 de novembro de 2019

O Sabotador faz parte dos vários arquétipos da estrutura de nossa psique. Dentro destes arquétipos ele tem um papel fundamental, como uma pedra angular de sustentação da vida. O seu papel é o da superação das nossas dificuldades e dos nossos limites. É justamente onde está o maior desafio de crescimento. Lembrando sempre, que esta é a nossa tarefa de vida, crescer, expandir, para exercer e ocupar nosso lugar no mundo. Esse lugar é único, não é o lugar dos outros, é nosso por direito.

É preciso prestar muita atenção e conhecer as diferentes formas como o Sabotador atua ao longo da nossa vida.

Para tal precisamos abandonar a antiga e confortável ideia do “Bode Expiatório”, onde nossa infelicidade, aquilo que não deu certo, sempre fica por conta de alguém ou de alguma situação. E dentro da lei de Causa e efeito repetimos as experiências de novo e outra vez, nos sentindo vítimas do destino…

Somos nós mesmos que puxamos o próprio tapete. Preste atenção da próxima vez que você pedir aprovação de alguém ou de algum feito, e você se sentir terrivelmente injustiçado.

 Isso tudo apenas, para tomarmos consciência de que somos nós que criamos nossa própria realidade.

Quando emerge em nós essa consciência, ela é um pouco doída e decepcionante no começo, uma vez que não está alinhada com a nossa auto- imagem. Ela nos dá poder. E aí sim, uma vez identificado o sabotador, podemos iniciar uma negociação.

Não adianta querer acabar com o sabotador, o que só reforça a sua atuação. Por que por baixo do sabotador existe uma posição de menos valia, de incapacidade, de não ser capaz de dar conta de determinadas tarefas na vida. É uma parte nossa que se esqueceu do quanto ela é forte.

Então a negociação é muito mais eficaz, porque o sabotador é tratado com respeito e não subestimado. Começa com a aceitação dessa parte de nós mesmos, entender o seu funcionamento, que para se manter viva, requer uma porção de energia do nosso sistema. Essa autoimagem equivocada foi desenvolvida pela psique ainda não amadurecida da nossa criança interna. Assim a criança cresce em entendimento e estrutura, para dentro de um adulto responsável e feliz. Dono do seu destino, das suas escolhas, com a intenção positiva de fazer diferente daqui para frente.

Todas as boas ideias precisam ser testadas para poderem ser aceitas e não serem simplesmente verdades de outras pessoas. Então mais uma vez entra em cena nosso Eu Observador desapegado que não julga, aceita, pondera, e começa uma negociação imparcial.

Este processo de negociação com o Sabotador pode ser até lúdico e divertido, você vai se surpreender com os resultados. As pessoas que eram as causas da sua infelicidade agora se tornam seus melhores professores. E agradeça, porque você cresceu em sabedoria e entendimento da vida, para ser quem de fato você já é, só que ainda não se deu conta.

Você também pode gostar de